PMJP
09 . Nov . 2017

Romero deixa dúvida em relação a história de registro de candidatura na Delegacia: "a carapuça que caiba na cabeça de quem quiser"

Em: POLÍTICA
Romero deixa dúvida em relação a história de registro de candidatura na Delegacia:

Romero deixa dúvida em relação a história de registro de candidatura na Delegacia: "a carapuça que caiba na cabeça de quem quiser"

“Quem quiser que coloque a carapuça na cabeça”. Essa foi a resposta do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), após a repercussão da declaração dada por ele de que, em 2018, algumas candidaturas seriam registradas na Central de Polícia.
 
“Primeiro eu não me referi aos que seriam candidatos a governador, eu falei em relação a candidaturas. Nós estamos vivendo um momento muito pequeno na política paraibana, está degradante, está desgastante, e isso gera um processo, de certa forma, de descrédito na política paraibana. De certa forma você perde o encanto com a política em função desse nível tão baixo que nós estamos vivendo na atualidade, nível de agressão, de acusação e evidentemente eu não vou citar nomes. Quem quiser que coloque a carapuça na cabeça”, disparou.
 
Apesar de o vereador Bruno Farias (PPS), líder da bancada que faz oposição na Casa de Epitácio Pessoa apontar que o único na mira da Polícia Federal é o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), sobretudo pelos escândalos envolvendo o suposto superfaturamento nas obras da Lagoa, Romero preferiu não citar nomes, mas deixou claro, se a carapuça coube, então vista quem se encaixar a ela.
 
“Eu deixei a indagação no ar de algo que nós estamos vivenciando na política paraibana e eu não vejo nada de legal, de produtivo. Ao invés de estarmos discutindo ações, das políticas de desenvolvimento, nós estamos vendo as pessoas, de certa forma, num nível de acusação tão baixo que isso tende a levar os registros das candidaturas para a Central de Polícia, porque de certa forma é o que estou vendo, é o nível de acusação que está acontecendo com as políticas paraibanas. É muito simples. Não precisa ser muito inteligente para ver qual o tipo de acusação que está acontecendo na política paraibana e que evidentemente não vai tramitar na justiça eleitoral”, arrematou.
 
As declarações do prefeito Romero Rodrigues (PSDB) foram veiculadas no programa Rede Verdade, da Arapuan FM, na tarde desta quinta-feira (09).
09 . Nov . 2017

Creci-PB apoiará Feirão de Imóveis adjudicados da Caixa Econômica

Em: POLÍTICA
Creci-PB apoiará Feirão de Imóveis adjudicados da Caixa Econômica

Creci-PB apoiará Feirão de Imóveis adjudicados da Caixa Econômica

A Caixa Econômica Federal realizará, entre os próximos dias 20 a 26, no 1º piso do Mag Shopping, no bairro de Manaíra, um Feirão de Imóveis adjudicados (retomados) pela Instituição, através do qual serão oferecidas aproximadamente 300 unidades de baixo, médio e alto padrão, com preços diferenciados e até 80% de desconto, com financiamento de até 80% do valor pela CEF.
 
Os detalhes do evento foram discutidos durante reunião entre o presidente em exercício do Creci-PB, Garibaldi Porto, o diretor-secretário Edson Medeiros e também presidente da Comissão de Trabalho no estado, responsável pelo convênio firmado em nível nacional pelo Cofeci com a Caixa para intermediação da venda desses imóveis, o superintendente Gustavo Beltrão e os gerentes Francisco Amaral (filial Recife), Maria Aline (construção civil da SR PB) e Marcelo Oliveira (agência Mag Shopping).
 
A relação de corretores de imóveis e empresas imobiliárias cadastradas encontra-se disponível no site www.creci-pb.gov.br
 
09 . Nov . 2017

Deputado Gulherme Almeida critica obsessão de Cartaxo e diz que Romero não jogou Toalha

Em: POLÍTICA
Deputado Gulherme Almeida critica obsessão de Cartaxo e diz que Romero não jogou Toalha

Deputado Gulherme Almeida critica obsessão de Cartaxo e diz que Romero não jogou Toalha

Mesmo sem nominar o prefeito de João Pessoa, o deputado estadual Guilherme Almeida (PSC) criticou, nesta quinta-feira (9), a forma como Luciano Cartaxo (PSD) tem se portando no processo de escolha do candidato de oposição ao Governo do Estado. Em entrevista ao Paraíba Já, o parlamentar comentou o desabafo feito prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), na última terça-feira (7), e negou que o tucano tenha desistido de disputar a sucessão do governador Ricardo Coutinho (PSB), em 2018.
 
“Eu creio que o prefeito quis dizer que ninguém pode partir obcecadamente e com tamanha antecedência para discutir um posicionamento muito sério, que é campanha governamental do estado da Paraíba do próximo ano. Não cabe essa prematura discussão agora, de forma exagerada e exacerbada”, disse.
 
Aliado de primeira hora de Romero, Guilherme Almeida disse ainda que o prefeito tucano tem “todos os atributos” para governar a Paraíba. “O prefeito tem o perfil hoje, diga-se de passagem, que a sociedade exige para o político atual. Tem competência, uma extrema discrição e compromissos assumidos e cumpridos, que lhes renderam um segundo mandato de forma esplendorosa no primeiro turno, numa infinidade de votos… Então, tem todos os atributos para ser o próximo governador da Paraíba”, enfatizou.
 
Para Guilherme, o que tem incomodado Romero é a forma “açodada” como o processo de escolha do candidato de oposição ao Governo tem sido conduzida. “O que ele não aceita, creio eu, é que se parta de uma forma açodada, sem um lastro, sem uma coerência, sem uma harmonia, visando uma vitória, que é a retomada da oposição nas próximas eleições”, pontuou.
 
O deputado finalizou garantindo que Romero continua na disputa pelo Governo do Estado em 2018. “O prefeito quer dizer que no próximo ano, historicamente se comprova que as eleições só são articuladas, decididas as chapas no ano da própria eleição, é que se daria o momento oportuno, e que ele tem tamanha responsabilidade para com a cidade tão grande e importante para a Paraíba, como Campina Grande, que vai cumprir sua obrigação, dar continuidade ao seu mandato administrativo, mas que continua de pé, firme no propósito, sem essa loucura, repito, exacerbada, para ser governador”, declarou Guilherme Almeida. Com Paraíba Já.
 
08 . Nov . 2017

Pré-candidato, senador Maranhão retoma sua caminha pelo estado

Em: POLÍTICA
Pré-candidato, senador Maranhão retoma sua caminha pelo estado

Pré-candidato, senador Maranhão retoma sua caminha pelo estado

Pré-candidato a governador no próximo ano, o senador Zé Maranhão (PMDB) retoma a genda de visistas pelo interior do estado e já tem vários compromissos agendados, onde deverá concentrar atenções a partir deste final de semana. A maratona de visita começa nesta sexta-feira (10) por Camalau.
 
Zé participa da solenidade de ordem de serviço do Dnocs (Departamento de Obras Contra Seca) para instalação de um projeto de abastecimento de água no município. Vai estar acompanhado de diversas lideranças locais e do prefeito da cidade.
 
O mesmo ocorre em Monteiro no mesmo dia (sexta-feira), onde o presidente estadual do PMDB se reúne com diversas lideranças locais e de outros município. Com informações do Blog do Anderson Soares. 
 
08 . Nov . 2017

Jogando pra galera: Vereadores aprovam por maioria proibição de negativação de inadimplentes da Energisa

Em: POLÍTICA
Jogando pra galera: Vereadores aprovam por maioria proibição de negativação de inadimplentes da Energisa

Jogando pra galera: Vereadores aprovam por maioria proibição de negativação de inadimplentes da Energisa

Os vereadores da Câmara Municipal de João Pessoa aprovaram por maioria em sessão na manhã desta quarta-feira (08) o projeto que impede a inclusão de nomes de consumidores que atrasem o pagamento das contas de água e energia em cadastros de negativação de crédito. A proposta de Projeto de Lei foi apresentada pela vereadora Raíssa Lacerda (PSD).
 
Após discussões em plenário, 19 vereadores votaram a favor do projeto, quatro votaram contra e um se absteve da votação. Em plenário os vereadores explanaram o assunto e mostraram suas opiniões sobre o projeto de lei.
 
Ainda na manhã desta quarta-feira antes da apreciação da matéria em plenário, a Energisa enviou à Câmara de João Pessoa um relatório considerando que a proposta da vereadora seria inconstitucional. Raíssa Lacerda considerou desnecessária manifestação da empresa. “Essa casa é independente. É uma casa legislativa que defende o povo”, declarou a vereadora em defesa de sua propositura.
 
Após a votação, a vereadora Raíssa Lacerda se pronunciou em plenário e afirmou estar muito emocionada. Ela afirmou que em conversas com o prefeito Luciano Cartaxo recebeu a garantia de que seu projeto seria sancionado o mais rápido possível. Com Clickpb.
 
08 . Nov . 2017

Oposição na Assembleia Legislativa comemora a suspensão do Empreender Paraíba

Em: POLÍTICA
Oposição na Assembleia Legislativa comemora a suspensão do Empreender Paraíba

Oposição na Assembleia Legislativa comemora a suspensão do Empreender Paraíba

O líder da oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba, Bruno Cunha Lima (PSDB), aplaudiu, nesta quinta-feira (8), a decisão Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB) de suspender os empréstimos do Empreender-PB. A suspensão foi tomada por medida monocrática do conselheiro Fernando Catão que acatou pedido do Ministério Público de Contas, que apontou supostas irregularidades no programa.
 
Em entrevista à MaisTV, canal de vídeo do Portal MaisPB, Bruno Cunha Lima considerou que os órgãos controladores devem uma explicação ao Estado sobre fatos relacionados ao programa.
 
Para o tucano, desde as eleições de 2014, que a oposição já vem levantando indícios de irregularidades na liberação de microcrédito no Estado. Ele entende que foi acertada a decisão, mas também foi tardia.
 
“Essas irregularidades interferiram dentro do processo eleitoral e até hoje não tínhamos nenhuma manifestação por parte desses órgãos e já são três anos passados das denúncias feitas pelo próprio Ministério Público Eleitoral” alegou o parlamentar.
 
Com Mais PB
08 . Nov . 2017

Preterido pelo partido, Romero diz que registro de chapa será na polícia e que Ruy não era para comandar PSDB

Em: POLÍTICA
Preterido pelo partido, Romero diz que registro de chapa será na polícia e que Ruy não era para comandar PSDB

Preterido pelo partido, Romero diz que registro de chapa será na polícia e que Ruy não era para comandar PSDB

Chateado com o tratamento que tem recebido dentro de seu bloco político, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), desabafou sua incredulidade, e declarou ter a impressão de que as candidaturas para as eleições de 2018 na Paraíba poderão ser registradas na Central de Polícia, ao invés de ser no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
 
“Eu tenho a impressão de que no próximo ano as candidaturas serão registradas na Central de Polícia, e não mais no TRE. Está muito desgastante esse processo eleitoral paraibano”, declarou o prefeito, durante inauguração do SESI Museu Digital, ontem à noite, em Campina Grande.
 
O desabafo de Romero foi feito em resposta à imprensa, quando questionado sobre a convenção estadual do PSDB, que acontecerá neste final de semana, em João Pessoa. Defensor da candidatura do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), ao Governo do Estado em 2018, o ex-deputado federal Ruy Carneiro será reconduzido à presidência da legenda tucana na Paraíba.
 
Apesar do visível desestímulo, o prefeito campinense disse que sua pré-candidatura a governador se mantém viva, embora entenda que o momento não é adequado para tratar sobre questões políticas.
 
Romero também falou do futuro do, ainda, seu partido: "Os partidos políticos tem que se modernizar e não colocar alguém no comando que vai disputar o pleito". 
 
“Não adianta a gente falar de candidatura neste ano porque partido nenhum vai bater o martelo sobre candidatura com tamanha antecedência. A (minha) candidatura se mantém, agora, eu só não vou fazer com obsessão”, observou Romero Rodrigues.
 
De acordo com o blog do jornalista Suetoni Souto Maior, nos bastidores, há briga Romero para convencer o PSDB a apoiá-lo em detrimento do prefeito Luciano Cartaxo.
 
08 . Nov . 2017

Conselheiro do TCE e tio do senador Cássio decide suspender Empreender-PB e jornalista analisa: nessa época é um crime

Em: POLÍTICA
Conselheiro do TCE e tio do senador Cássio decide suspender Empreender-PB e jornalista analisa: nessa época é um crime

Conselheiro do TCE e tio do senador Cássio decide suspender Empreender-PB e jornalista analisa: nessa época é um crime

Em artigo postado na noite desta terça-feira (7) em seu blog, o jornalista Marcos Wéric avalia a decisão do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), Fernando Catão (foto), que determinou a suspensão do Empreender-PB, programa criado pelo Governo com o objetivo de oferecer crédito a o microempreendedores paraibanos.
 
Suspender Empreender-PB em tempos de crise chega a ser um crime
 
Um dia após um desembargador determinar a suspensão da Lei Orçamentária Anual 2018 na Assembleia Legislativa, ameaçando o exercício financeiro do próximo ano, o conselheiro Fernando Catão, tio do senador Cássio Cunha Lima e sogro do ex-líder da oposição, deputado Tovar Cunha Lima (isso é só detalhe, coincidência claro) – os mesmos que foram contra o fim do racionamento de água em Campina Grande – determina a suspensão do programa Empreender-PB e, com isso, a concessão das linhas de crédito para empreendedores em nosso Estado.
 
Uma medida violenta que atinge diretamente, e em tempos de crise, um dos maiores fomentadores da economia paraibana, responsável por fazer investir cerca de R$ 130 milhões entre micro e pequenos negócio na Paraíba. Isso chega a ser um crime contra os pequenas comerciantes do Estado.
 
Eu não quero acreditar que os últimos episódios tenham inspiração numa explícita motivação política, visto que o programa Empreender-PB é alvo de ação no TRE movida pelos parentes do conselheiro autor da suspensão, ele próprio já personagem de pedidos de suspeição por conta das ligações políticas. Seria mais uma ação para ser juntada ao processo no TRE?
 
Somente até dezembro deste ano o Empreender-PB tem programação para liberar R$ 5 milhões em créditos. Ou seja, já não bastam os obstáculos impostos pela grave crise econômica pela qual passa o Brasil, e os esforço que o governo faz para pagar em dia o salário dos servidores públicos estaduais dentro do mês trabalhado, honrar os compromissos com os fornecedores e assegurar a execução de obras, ainda é necessário superar os atos abusivos e contraproducentes promovidos aqui no Estado?
 
Senão vejamos: em menos de três meses fizeram campanha contra a chegada da água em Campina Grande, embargaram a obra da Perimetral Sul, suspenderam a LOA e agora o Empreender-PB?!
 
O que vão fazer ainda mais para “contribuir” com o crescimento da Paraíba e a melhoria da vida da população paraibana?
 
07 . Nov . 2017

"Tempo fecha" entre Estela e Trócolli e sessão é encerada na Assembleia Legislativa

Em: POLÍTICA

"Tempo fecha" entre Estela e Trócolli e sessão é encerada na Assembleia Legislativa

Uma reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) acabou em confusão, na manhã desta terça-feira (7). A presidente da CCJ, Estela Bezerra (PSB), e o membro titular, Trocolli Junior (PROS), se estranharam e subiram o tom da voz durante o debate.
 
O caso teria ocorrido após Estela tentar repassar a fala, que estava com Trocolli, ao lider do Governo, Hervázio Bezerra (PSB), e o deputado do PROS não gostou.
 
No embate, Trocolli afirmou que Estela gostava de confusões e a “Paraíba sabia”, enquanto a deputada rebateu: “O senhor que não é nada calmo”.  
 
07 . Nov . 2017

Presidente da Assembleia Legislativa fica preocupado com interferência entre poderes: "Este não é o melhor caminho"

Em: POLÍTICA
Presidente da Assembleia Legislativa fica preocupado com interferência entre poderes:

Presidente da Assembleia Legislativa fica preocupado com interferência entre poderes: "Este não é o melhor caminho"

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia (PSB), recebeu com preocupação a decisão do desembargador Frederico Martinho da Nóbrega Coutinho determinando a suspensão da tramitação da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2018. Em entrevista na manhã desta terça-feira (07), Gervásio ressaltou que considera a ação como uma interferência do Judiciário no Poder Legislativo.
 
“Eu vejo com preocupação essa interferência do Poder Judiciário no Poder Legislativo. Este não é o melhor caminho”, considera Gervásio Maia. Ele ainda disse que está estudando juntamente com a Procuradoria da Casa e com a Procuradoria Geral do Estado as alternativas que podem ser adotadas judicialmente. Ele afirmou que está sendo “verificar o remédio adequado para impedir esse tipo de procedimento”.
 
Apesar disso, Gervásio garantiu que pretende cumprir a decisão judicial que cabe à Assembleia Legislativa. “Cumprirei com aquilo que nos compete, que é obrigação de nossa parte, que é manter e preservar a harmonia entre os poderes”, ressaltou o presidente da Assembleia.
 
Gervásio se mostrou abismado com a situação que se desenrolou juridicamente. De acordo com o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, “todas as matérias que aqui desembarcaram, nós sempre preservamos pelo diálogo. Tanto é que na votação da LOA nós recebemos representação dos poderes”.
 
Nesta segunda-feira (06) o desembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba deferiu parcialmente a liminar suspendendo a tramitação da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2018 na Assembleia Legislativa da Paraíba e determinando ainda que o presidente do TJPB reencaminhe nova proposta orçamentária.
 
A ação foi movida pela Associação dos Magistrados da Paraíba, que pretende com isso aumentar o duodécimo do TJPB previsto para o exercício de 2018. O Governo do Estado afirma, no entanto, que não há possibilidade de aumentar os duodécimos dos poderes, que estão sendo mantidos no mesmo patamar deste ano, porque o Orçamento reduziu. Com informações do Clickpb