PMJP
20 . Nov . 2011

Cássio admite licença para prestigiar o suplente Deca do Atacadão

Em: BLOG

\"\"Primeiro suplente do senador Cássio Cunha Lima, o empresário Deca do Atacadão (foto) poderá assumir a titularidade do mandato em breve.
Cássio admitiu o pedido de licença. Ele quer prestigiar o seu suplente, que teve um papel importante na campanha de 2010..
A informação sobre a possibilidade de afastamento temporário de Cássio do mandato foi veiculada no portal do radialista Tony Show.
A propósito de Deca do Atacadão, veja o que disse Cássio a respeito do seu primeiro suplente:
“Deca foi um parceiro solidário, sofreu junto conosco durante todo esse período que estávamos para assumir o mandato”.
A licença não deverá acontecer agora, conforme adiantou o próprio senador. “Séria para um futuro não próximo”, afirmou.
Cunha Lima alega que acabou de assumir o mandato e que ainda “estou tomando pé da situação do Senado”.
É bom lembrar sempre: Cássio chega ao Senado com quase dez meses de atraso.
 

20 . Nov . 2011

Pode estar em curso nova mudança no secretariado

Em: BLOG

\"\"Ainda não está confirmado, mas Luzemar Martins deverá ser efetivado secretário da Receita Estadual. Ele assumiu após a renúncia de Rubens Aquino que renunciou em meio a crise motivada pela greve dos servidores do Fisco.
Mas essa não será a única mudança no governo. Está em curso uma reforma administrativa, conforme revelou ao blog um parlamentar da base aliada da gestão Ricardo Coutinho.
O deputado pediu para não revelar o seu nome alegando que o governador Ricardo Coutinho deverá anunciar as mudanças. “Um deputado deverá assumir uma das secretárias”, garantiu a fonte.
Segundo o mesmo interlocutar do blog, o objetivo da mudança é reorganizar a base de apoio e preparar o governo para os futuros embates eleitorais, a começar por 2012.
Até o final do ano, o governador Ricardo Coutinho poderá fazer remanejamentos. Um já é praticamente certo: Luzemar Martins nas Finanças.
Martins acumula a função de secretário de Finanças e Controladoria. Este último posto poderá ter um novo titular.
A mudança também decorre do “fato novo” dos últimos dias: a posse de Cássio Cunha Lima (PSDB) senador da República.
Não é a primeira reforma no governo. Já aconteceram pelo menos cinco mudanças na atual gestão, entre elas na Saúde e Educação.
 

19 . Nov . 2011

Ruy segue ocupando espaço na mídia nacional

Em: BLOG

\"\"O deputado federal Ruy Carneiro – ele é do PSDB – segue faturando na mídia nacional com o projeto de lei de sua autoria que trata de crime ao volante.
Carneiro já participou de programas de televisão em rede nacional, foi notícia nos jornais de grande circulação no país, portais de notícias. Enfim, obtém sucesso em seu intento.
Na edição deste final de semana, a revista IstoÉ dedica em uma de suas colunas a iniciativa do parlamentar paraibano.
Sob o título “Crime ao volante”, a IstoÉ registrou a seguinte nota:
“A diretória da OAB nacional apóia o projeto de Lei 2.473/11, de autoria do deputado Ruy Carneiro (PSDB-PB), que altera  a Lei 9.503/97, ao enquadrar em crime de homicídio quem dirigir sob o efeito de bebida alcoólica ou substâncias tóxicas”.
Veja o que declarou o presidente da OAB, Ophir Cavalcanti: “A pessoa que assume o risco de dirigir embriagado efetivamente comete um crime”.
O parlamentar só precisa ser mais autentico.

19 . Nov . 2011

Tavinho conquista mais um título de melhor do ano

Em: BLOG

\"\"Pela terceira vez consecutiva, Tavinho Santos é escolhido o parlamentar mais atuante da Câmara Municipal de João Pessoa.
A votação foi feita por um grupo de jornalistas que faz a cobertura dos trabalhadores do legislativo da capital.
Suplente do senador Vital do Rego, o futuro advogado lidera o ranking entre os melhores por causa da defesa dos interesses da população pessoense.
Vereador de oposição ao governo municipal, mesmo assim Tavinho tem se destacado entre os demais.
É um dos mais antigos parlamentares da Casa de Napoleão Laureano e preside uma das comissões mais importantes do legislativo, a de Orçamento e Finanças.
Comanda também o Parlamento Comum da Região Metropolitana (Parlacrem), além de presidente o PTB de João Pessoa.
Sobre a escolha, ele falou: “É muito gratificante. Fico muito feliz por ter meu trabalho reconhecido pelos profissionais de imprensa que cobrem, todo o dia, as atividades legislativas...”.
“...Ser escolhido mais uma vez como o vereador mais atuante aumenta, ainda, mais minha responsabilidade de trabalhar pela cidade e meu povo”.
Uma escolha justa.

19 . Nov . 2011

Época: Vital cotado para substituir Sarney

Em: BLOG

\"\"Presidente da Comissão Mista do Orçamento, Vital do Rego Filho (PMDB) é um dos nomes cotados para substituir José Sarney na presidência do Senado da República.
Postada no blog do jornalista Felipe Patury, que escreve para a revista Época, uma das mais conceituadas do país, a informação logo gerou grande repercussão.
Senador de primeiro mandato, Vital é hoje um dos nomes de prestígio do PMDB. Se não fosse seu nome dificilmente aparecia em os graduados peemedebistas no plano nacional.
Segundo o jornalista, o senador paraibano deverá concorrer a vaga pelo grupo de Eduardo Braga, representante do Amazonas.
A referência em relação a Vital Filho é de um novato de confiança dos antigos, surgiu nas últimas articulações como alternativa ao desgaste de Renan Calheiros, este senador alagoano.
Renan, que se envolveu em denúncias durante o período de sua administração do Senado, deverá ser o adversário de Vital.
O senador alagoano recebe o apoio do grupo do presidente José Sarney. As eleições acontecem em 2013, mas as articulações estão começando.
O páreo é duro, mas Vital poderá surpreender os caciques do peemebê comandados por José Sarney.
 

18 . Nov . 2011

Romero é o melhor no ranking; Wellington Roberto o pior

Em: BLOG

\"\"Com menos de um ano de mandato, o deputado federal Romero Rodrigues (PSDB) é o que mais se destaca entre os parlamentares da bancada paraibana na Câmara. Ganha visibilidade no Congresso por causa da produção na apresentação de projetos de lei, ao todo 23 propostas, apenas uma considerada irrelevante.
Agora, veja você, enquanto Romero apresentou 23 projetos o deputado Wellington Roberto (PR) não apresentou nenhum. Está com nota zero. A justificativa dele já imagino para esse fraco desempenho: o trabalho de bastidores para carrear para o Estado maior volume de recursos das emendas.
Pois bem, Wellington Roberto deveria passar o ano inteiro fora da Câmara Federal. Ele não faz falta mesmo! Deveria aparecer somente em épocas de apresentação de emendas, em dezembro. Ou seja, uma representação sem nenhuma importância para os paraibanos.
Enquanto isso, outros parlamentares da bancada paraibana se destacam no ranking de produção da Câmara dos Deputados.
\"\"A deputada Nilda Gondim (PMDB) é a segunda do ranking com a apresentação de 21 projetos de lei relevantes, nenhum irrelevante.
Outro peemedebista que se destacou foi o deputado Manoel Júnior, com sete projetos relevantes e nenhum irrelevante.
O deputado Efraim Filho (DEM) vem logo em seguida. Ele apresentou seis propostas de leis relevantes e apenas um irrelevante.
Segue o ranking:
Romero Rodrigues Veiga (PSDB) – 22 relevantes e um irrelevante; Nilda Gondim (PMDB) – 21 relevantes e zero irrelevante;  Manoel Júnior (PMDB) – 7 relevantes e zero irrelevante;  Efraim Filho (DEM) – 6 relevantes e um irrelevante; Aguinaldo Ribeiro  (PP) -  cinco projetos relevantes; Hugo Motta (PMDB) – quatro relevantes e um irrelevante; Benjamin Maranhão (PMDB) – 3 relevantes e um irrelevante; Luiz Couto (PT) – 2 sem relevância e um relevante; Damião Feliciano da Silva (PDT)  – um projeto relevante e zero irrelevante;Ruy Carneiro (PSDB) – um relevante; José Wellington Roberto (PR) – zero projeto.

18 . Nov . 2011

Por que Cássio?

Em: BLOG

\"\"Irrequietos, ninguém sabe ainda os motivos, os vereadores campinenses Inácio Falcão, Jóia Germano e Nelson Vidro Box Gomes procuraram o senador Cássio Cunha Lima com a proposta de rompimento com o governador Ricardo Coutinho.
Quebraram a cara. Cássio mandou-os de volta para Campina Grande com um sonoro “não”. Ou seja, a solidariedade que esperavam não aconteceu do principal líder do PSDB da Paraíba.
Enganam-se aqueles que pensavam que Cássio, após ser empossado senador da República, iria se voltar contra o governador que ajudou a eleger na campanha eleitoral do ano passado.
Não precisa ir muito longe. CCL, ao contrário do que muitos pensam, e Inácio Falcão, Jóia Germano e Nelson Gomes estão conscientes disso agora, tem um projeto político-eleitoral muito claro: manter a aliança com os socialistas. Deus sabe até quando?
Portanto, o recado que receberam os vereadores campinenses vai para todos aqueles que venha insinuar tentativas neste sentido.
Ou seja, rompimento com o governador não faz parte do dicionário do senador Cássio Cunha Lima.
Quem se atreve?

17 . Nov . 2011

Em Piancó é assim: dinheiro público é usado para comprar cachaça

Em: BLOG

\"\"Beber, cair, levantar, beber, cair, levantar...
Pode ser essa a lição que a prefeita de Piancó, Flávia Galdino (foto) – ela é filiada ao PP de Enivaldo, Aguinaldo e Daniella, todos Ribeiro – pode estar ensinando aos jovens adolescentes do município em que governa.
Prefeita pelo segundo mandato, Flávia está sendo denunciada por ter autorizado a compra de cachaça com recursos do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti).
A concepção do programa federal é articular ação no sentido de retirar de crianças e adolescentes até 16 anos das atividades do trabalho.
A denúncia foi veiculada durante o programa de rádio apresentado pelos radialistas Nilvan Ferreira e Gutemberg Cardoso.
Veja você, para que não haja dúvidas sobre as denúncias contra a prefeita Flávia Galdino, a nota de empenho 3752, de 18 de dezembro de 2010, no valor de R$ 410,74 foi paga a José Carlos de Albuquerque, dono do Mercadinho Nova Esperança.
Através dessa nota de empenho e o valor correspondente a R$ 410.74 estavam registrados a compra de dois litros de uísque Blak White, que custa R$ 65,00, cada, além de quatro cachaças Triunfo 300ml, que custa R$ 8,50 a unidade.
A farra etílica com o dinheiro público não pára por ai, porque junto com as bebidas alcoólicas consta no cupom de compras alguns petiscos, a exemplo de latas de azeitona, castanha, batata palha, lingüiça calabreza, queijo mussarela, presunto de frango, palmito do açaí; até panettone.
Uma festa pra ninguém botar defeito, tudo a custo do erário público.

17 . Nov . 2011

Royalties: Manoel Júnior pede reação da população

Em: BLOG

\"\"Chegou a vez dos paraibanos, por que não dos nordestinos, como um todo, se mobilizarem em defesa da distribuição justa dos royalties do petríoleo.
O Rio de Janeiro levou uma verdadeira multidão as ruas, protestando contra a distribuição. Portanto, é um dever nosso fazermos o mesmo, mas de forma contrária a que os cariocas e capixabas fizeram.
O petróleo é do Brasil. Também é nosso. Nesse sentido o deputado federal Manoel Júnior (PMDB) veio à boca do palco em defesa de todos os municípios brasileiros, sem exceção.
Expressou seu ponto de vista através de sua assessoria, onde destaca que “o modelo de repartição permitirá que estados e municípios das regiões mais pobres do Brasil participem de maneira mais efetiva da riqueza nacional”.
Avalia que a distribuição dos royalties do petróleo, da maneira como está sendo feita, “é injusta e contribui significativamente para o aumento da desigualdade regional no Brasil...”.
“... Os recursos ficam concentrados na região Sudeste e as regiões mais pobres, como o semi-árido brasileiro e a região amazônica, que precisam do investimento dessas riquezas não são beneficiadas”.
Preocupado com a articulação dos poderosos, em detrimento dos estados e municípios pobres, Manoel Júnior postou um vídeo em suas redes sociais (twitter, facebook e orkut), explicando que nenhum estado da Federação é produtor de petróleo e gás.
“O petróleo e o gás são produzidos em alto-mar e as riquezas produzidas no oceano, no subsolo brasileiro, por da Constituição Federal pertencem efetivamente a União...”.
“... E se a Constituição Federal nos assegura que o petróleo e o gás pertencem à União, podemos dizer que essas riquezas pertencem ao Rio de Janeiro e pertencem ao Acre; pertencem também, a São Paulo e a Paraíba e ainda, ao Espírito Santo e ao Rio Grande do Sul, enfim, nós precisamos fazer uso dessas riquezas para beneficiar todos os estados da Federação...”.
“... Nós defendemos justamente a redistribuição igualitária desses recursos para municípios e estados e acreditamos que o Congresso Nacional vai definitivamente acabar com essa injustiça, a exemplo como aconteceu o ano passado, onde um município do Rio de Janeiro recebeu somente de royalties o equivalente a R$ 1 bilhão e o orçamento do Estado da Paraíba não ultrapassou R$ 6 bilhões”.
Portanto, vamos reagir minha gente.
OBS - O vídeo onde Manoel Junior comenta sobre a importância do Congresso Nacional aprovar a modificação na distribuição dos royalties de forma a beneficiar todas as unidades da federação já está disponível no youtube  - http://www.youtube.com/watch?v=1SM4QStjwdk - e também pode ser acessado através do site www.manoeljunior.tv.br

 

17 . Nov . 2011

Deputado resume saída do PMDB assim: Fui!

Em: BLOG

\"\"Sem receio da temida lei da infidelidade partidária, Doda de Tião partiu com mala e cuia para o recém-nascido PPL (Partido da Pátria Livre).
Governista, Doda de Tião se manda para uma legenda para se livrar de uma possível perseguição por causa da postura de aliado do Palácio da Redenção.
Doda tentou ir para o também renascido PSD, do vice-governador Rômulo Gouveia. Foi rejeitado por causa de divergências políticas com o deputado Manoel Ludgério e Jacó Maciel.
Então, não lhe restou outra alternativa. Se abrigando num partido recém criado fica livre de qualquer ação por infidelidade.
Doda vai ter apenas que analisar as conseqüências. Avaliar, por exemplo, o porque depois de eleito pelo PMDB se afastar do partido, coisas que o próprio tempo cuida de apagar.
Já o Partido da Pátria Livre ganha a sua primeira representação no Estado, começando muito bem a sua trajetória política.
Um lembrete: o deputado se desligou do PMDB desde 28 de outubro e para os peemedebistas disse: Fui!
Além de Doda, já deixaram o PMDB os deputados estadual Wilson Braga e Trócolli Júnior.