PMJP

Outubro/2012




31 . Out . 2017

Agora vai, depois de décadas hotéis do Polo Turístico devem ser iniciados

Em: POLÍTICA
Agora vai, depois de décadas hotéis do Polo Turístico devem ser iniciados

Agora vai, depois de décadas hotéis do Polo Turístico devem ser iniciados

O Governo do Estado deve publicar nesta quarta-feira (31) o convite para a audiência pública que vai tratar do Polo Turístico do Cabo Branco. O evento está previsto para acontecer no Centro de Convenções, no dia 14 de novembro, às 15h. A informação é da presidente da Cinep, Tatiana Domiciano. A audiência pública é um rito obrigatório para o licenciamento.
 
Decreto publicado pelo Governo do Estado atualiza a poligonal do Polo e transfere para a Cinep as unidades que vão ser destinadas ao desenvolvimento do distrito do turismo, onde vão ser instalados hotéis e equipamentos comunitários que atendem ao segmento de hotelaria. Trata-se de uma área de aproximadamente 230 hectares.
 
“A gente avançou no aspecto ambiental, no dia 14 de novembro a gente está fazendo a audiência pública, convocando toda a sociedade, entidades representativas, Ministério Público, todos os órgãos que tenham interesse em ouvir qual vai ser o ordenamento e o processo de licenciamento”, explicou.
 
Após o processo de licenciamento, segundo Tatiana Domiciano, o governador pretende convidar a sociedade e o empresariado para conhecer como vai ser o edital de seleção dos projetos, bem como os critérios para concorrer a um dos lotes para investimento e instalação dos empreendimentos.
 
31 . Out . 2017

TJ determina devolução de reajuste salarial dos vereadores em CG

Em: POLÍTICA
TJ determina devolução de reajuste salarial dos vereadores em CG

TJ determina devolução de reajuste salarial dos vereadores em CG

O Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba (TJPB) determinou que os 23 vereadores de Campina Grande devolvam o dinheiro recebido a mais no salário do mês de janeiro de 2017, quando foi aplicado o reajuste de 26% nos vencimentos dos parlamentares. Cada vereador vai ter que devolver R$ 3.168, em duas parcelas, totalizando R$ 72.864.
 
A primeira parcela será descontada neste mês de outubro direto na folha salarial dos vereadores. Já a segunda será paga em novembro. A presidente da Casa, Ivonete Ludgério, desistiu de recorrer.
 
O reajuste dos salários dos vereadores foi aprovado por eles próprios no final do ano de 2016, na Câmara Municipal de Campina Grande. O projeto aumentava o salário dos parlamentares de R$ 12.025 para R$ 15.193, e criavam ainda o 13º salário.
 
O Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e da Borborema (Sintab) entrou com uma ação popular na Justiça contra o aumento, sendo acatada pela juíza da 2ª Vara da Fazenda, Ana Carmem Pereira Jordão. A Câmara foi notificada da decisão no Ade fevereiro, após ter feito o pagamento com reajuste.
 
A Mesa Diretora da Câmara recorreu três vezes, ao longo de dois meses, junto ao Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), na tentativa de derrubar a decisão da magistrada e continuar com os altos salários, mas não obteve sucesso.
 
31 . Out . 2017

Secretário diz que Azêvedo terá o maior portfólio político das eleições do ano que vem

Em: POLÍTICA
Secretário diz que Azêvedo terá o maior portfólio político das eleições do ano que vem

Secretário diz que Azêvedo terá o maior portfólio político das eleições do ano que vem

Secretário de Articulação Política do Governo da Paraíba, o deputado licenciado Adriano Galdino (PSB) sugeriu que os adversários não subestimem o potencial do secretário João Azevêdo (PSB) para a disputa eleitoral de 2018.
 
Galdino lembrou que, por trás do socialista, está o apoio do maior grupo político da Paraíba, que, por sua vez, é comandado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB),
 
“É fato, é verdade, que nosso João Azevêdo não tem a popularidade que outros nomes têm, mas por traz dele está o apoio do maior grupo político da Paraíba. Temos o apoio do governo, que melhorou a vida de todos os paraibanos, de deputados estaduais e federais, de prefeitos e de centenas de vereadores, isso é fato. Então João além de ter o maior grupo político lhe apoiando, tem um governador que é referência não só no Nordeste, mas no Brasil, com uma popularidade e aceitação enorme. Pesa ainda a favor dele o conhecimento administrativo e técnico. Ele conhece a Paraíba como ninguém. Ele não está onde está à toa não. Ele está pelo conhecimento e pela capacidade dele”, avisou.
 
O secretário chegou a dizer que João não apenas vai vencer o pleito, como também fará um govero melhor do que fez o governador Ricardo Coutinho.
 
"Ele conhece a Paraíba, seus problemas e suas soluções e pôde na gestão Ricardo dá a sua grande participação para resolver os grandes conflitos sociais dessa Paraíba, é por isso que hoje ele é o candidato do nosso grupo, um candidato fortíssimo, um candidato que vai vencer, e vai fazer um governo melhor até do que o Ricardo Coutinho, eu acredito", arrematou.
 
31 . Out . 2017

Vereadores de Bayeux aprovam pedido de cassação de Luiz Antônio

Em: POLÍTICA
Vereadores de Bayeux aprovam pedido de cassação de Luiz Antônio

Vereadores de Bayeux aprovam pedido de cassação de Luiz Antônio

Os vereadores de Bayeux decidiram acolher por unanimidade a denúncia contra o prefeito interino da cidade, Luiz Antônio, e iniciar o processo que pode culminar em sua cassação. A sessão ordinária aconteceu na manhã desta terça-feira (31).
 
Também durante a sessão foi instituída a comissão processante para analisar o caso. Os três vereadores sorteados para constituir a comissão processante foram Inaldo Andrade, Roberto da Silva e Adriano Martins. Os próprios integrantes da comissão escolheram Adriano Martins como presidente da comissão e Roberto da Silva como relator da matéria.
 
A partir de agora começam a correr os prazos para análise da denúncia. As galerias da Câmara Municipal de Bayeux foram ocupadas por vários cidadãos da cidade gritando palavras de ordem contra ou a favor de um dos agentes políticos envolvidos no caso, Berg Lima e Luiz Antônio.
 
A decisão acerca das denúncias havia sido adiada devido a um pedido de vistas feito pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Casa. O relatório da denúncia na CCJ foi pela admissibilidade do andamento da denúncia na câmara Municipal que poderá findar na cassação do prefeito interino Luiz Antônio.
 
Os vereadores também analisaram uma segunda denúncia, que chegou à Casa ao ser protocolada pelo eleitor da cidade Epitácio Bernardo Silva. No entanto, a denúncia foi arquivada porque a mesa diretora entendeu que ela “trata de objetivo igual à denúncia anterior que ensejou a constituição de comissão processante”.
 
Na última semana foi divulgado um vídeo que mostra o prefeito Luiz Antônio supostamente pedindo propina a um empresário. O dinheiro pedido pelo prefeito serviria para financiar a divulgação do vídeo que teria levado o prefeito da cidade, Berg Lima à prisão.
 
30 . Out . 2017

O Globo noticia que grupo de parlamentares se articula para "barrar" Lava Jato, entre eles Cássio Cunha Lima

Em: POLÍTICA
O Globo noticia que grupo de parlamentares se articula para

O Globo noticia que grupo de parlamentares se articula para "barrar" Lava Jato, entre eles Cássio Cunha Lima

Um grupo de parlamentares se articula para aprovar projetos que podem inviabilizar a Lava-Jato e outras investigações sobre corrupção. De acordo com o Jornal O Globo, entre essas articulações os parlamentares querem estabelecer regras restritivas às investigações sobre advogados a partir de um projeto do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB).
 
A última movimentação desse grupo de parlamentares ocorreu no dia 26, diz o jornal. O Projeto que trata do abuso de autoridade, até então parado na Câmara e que já foi aprovado no Senado, será levado a uma comissão especial, criada pelo presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM), na última quinta-feira, um dia após a derrubada da segunda denúncia contra Michel Temer. A matéria impõe restrições à condução coercitiva de testemunha ou investigado quando "manifestamente descabida ou sem prévia intimação de comparecimento do juízo".
 
Segundo reportagem de O Globo, deputados estão se articulando para aprovar regras restritivas às investigações sobre advogados a partir de um projeto do senador Cássio Cunha Lima, já aprovado pelo Senado, que blindaria advogados suspeitos da prática de crimes.
 
O projeto prevê ainda que, em casos de condução coercitiva e prisão arbitrária, o juiz pode perder o cargo e ficar proibido de retornar ao serviço público por até três anos. 
 
Já o deputado Waldih Damous (PT-RJ), apresentou um projeto que proíbe a delação de réus presos e a divulgação de depoimentos colhidos no âmbito da colaboração premiada. A delação com réu preso não teria qualquer validade jurídica. 
 
30 . Out . 2017

Gestão de Marcos Vinicius tem aprovação de 72%

Em: POLÍTICA
Gestão de Marcos Vinicius tem aprovação de 72%

Gestão de Marcos Vinicius tem aprovação de 72%

Pesquisa da Revista Tribuna avaliou a gestão de Marcos Vinícius (PSDB) à frente da Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa como ótima. Os dados foram coletados durante o mês de outubro, e 72% dos profissionais da imprensa que acompanham o trabalho de deputados e vereadores em suas bancadas, em seus pronunciamentos na tribuna, assim como nas comissões, deram nota máxima ao trabalho de Marcos.
 
“Esse resultado é o reflexo do trabalho coletivo, transparente e inovador que a Mesa Diretora da Casa vem promovendo desde o início do mandato”, disse Marcos. Segundo o presidente da CMJP, o objetivo da sua gestão é aproximar, cada vez mais, os pessoenses do legislativo municipal, especialmente neste ano, em que comemora-se os 70 anos de existência da CMJP com uma extensa programação composta pelo “Ciclo de Palestras Câmara Aberta: Diálogos da Democracia”; confecção de um selo personalizado; realização da primeira “Virada Legislativa” do país; estreia do documentário “Câmara 70 Anos”; lançamento do livro “Parlamento Municipal: 70 Anos de História”; e estreia do espetáculo teatral “Um Certo Napoleão”. “A TV Câmara JP, o Portal da CMJP e as nossas redes sociais estão sempre divulgando os eventos e esperamos vê-los em todos os espaços e atividades! A Casa é sua, Pessoense!”, disse Vinícius.
 
30 . Out . 2017

Rômulo Gouveia convida Ney Suassuna para ingressar no PSD

Em: POLÍTICA
Rômulo Gouveia convida Ney Suassuna para ingressar no PSD

Rômulo Gouveia convida Ney Suassuna para ingressar no PSD

O ex-senador Ney Suassuna pode voltar a disputar um cargo público em 2018. No último final de semana, Suassuna almoçou com o deputado federal Rômulo Gouveia (PSD). Ele estava de passagem pelo Rio de Janeiro, e aproveitou para visitar uma tia, e com a engenheira Aracilba Rocha, atual diretora financeira da CEPEL, subsidiária da Eletrobrás.
 
 Rômulo aproveitou a ocasião para convidar Ney para ingressar no PSD e consequentemente, e retornar à vida política no Estado.
 
- Na verdade estava em visita a uma familiar enferma quando uma pessoa amiga comum ( Aracilba Rocha) acabou construindo esse encontro muito saudável com a esposa dele num almoço muito saudável - argumentou.
 
Romulo Gouveia confirmou que fez convite formal para Ney ingressar no PSD.
 
- Ele está sem partido e como é um nome importante, de muitos serviços prestados à Paraíba de fato o convidei para fazer parte do PSD até porque é um quadro de valor, uma alternativa - declarou.
 
Segundo ele, o ex-senador não respondeu automaticamente mas ficou sensibilizado.
 
- Ney não disse ainda como mas garantiu que vai participar das eleições de 2018 na Paraiba - frisou. 
 
26 . Out . 2017

Área social terá prioridade no governo do estado em 2018, diz secretário

Em: POLÍTICA
Área social terá prioridade no governo do estado em 2018, diz secretário

Área social terá prioridade no governo do estado em 2018, diz secretário

O secretário de Estado do Planejamento Waldson de Souza detalhou como foram distribuídos os investimentos da Lei Orçamentária Anual (LOA), para o exercício de 2018. Waldson explicou que foram priorizados os investimento nas áreas sociais e os gastos de cada órgão foi planejado de acordo com sua disponibilidade financeira.
 
“Fizemos todas as projeções priorizando as áreas sociais, que é o orçamento maior e está estimado no orçamento no valor de mais de R$ 11 bilhões e o orçamento da seguridade social está em torno de R$ 10 bilhões. Vamos manter o grupo de investimento sempre priorizado. Nós alinhamos o orçamento de cada órgão e secretaria, apenas a disponibilidade financeira que ele terá em 2018. Isso faz com que tenhamos um controle e uma organização maior da despesa. Nós temos agora um peça mais próxima da realidade financeira da Paraíba”, explicou
 
26 . Out . 2017

Câmara de Bayeux se reúne e decisão sobre afastamento de Luiz Antônio será conhecida terça-feira

Em: POLÍTICA
Câmara de Bayeux se reúne e decisão sobre afastamento de Luiz Antônio será conhecida terça-feira

Câmara de Bayeux se reúne e decisão sobre afastamento de Luiz Antônio será conhecida terça-feira

A sessão que decidiria o afastamento ou não do prefeito interino de Bayeux, Luiz Antonio (PSDB), flagrado pedindo propina a um empresário com o objetivo de afastar Berg Lima (sem partido) do comando da prefeitura da cidade foi adiado após um pedido de vistas do vereador Lico (PSB).
 
O pedido foi protocolado pelo PR e PR e o procurador da Câmara Municipal de Bayeux, Aécio Farias, deu parecer pelo prosseguimento.
 
O afastamento ou não de Luiz Antonio ficou para ser decidido na próxima terça-feira (31).
 
25 . Out . 2017

Pré-candidato a governador, João Azêvedo fala da posíivel aliança com o PMDB

Em: POLÍTICA
Pré-candidato a governador, João Azêvedo fala da posíivel aliança com o PMDB

Pré-candidato a governador, João Azêvedo fala da posíivel aliança com o PMDB

O secretário João Azevedo (PSB), pré-candidato ao Governo do Estado em 2018, disse nesta quarta-feira (25) que o projeto do PSB está de braços abertos para o PMDB e para os demais partidos, pela continuidade do trabalho em andamento no estado da Paraíba, capitaneado pelo governador Ricardo Coutinho.  João Azevedo disse que espera que a aliança com o PMDB ocorra mas, caso não venha em um primeiro momento, uma vez que o partido tem pretensão de candidatura própria, nada impede que ocorra em um segundo momento. 
 
A declaração de João Azevedo abre as portas para o PMDB, por exemplo, para um possível segundo turno. Segundo o secretário, ter o apoio do PMDB no primeiro momento seria muito importante em 2018, mas essa decisão cabe ao PMDB, lembrou. João frisou que a independência dos partidos tem que ser preservada. 
 
“Qualquer partido que tenha interesse de participar conosco na continuidade e ampliação desse desenvolvimento que a Paraíba conhece, nós vamos estar de braços abertos, e o PMDB claro é um desses partidos e nós esperamos que isso efetivamente possa vir a ocorrer, caso não ocorra em um primeiro momento, quem sabe em um segundo momento, isso é coisa que só 2018 dirá”, analisou. 
 
João Azevedo considera legítima a disposição do senador José Maranhão de ser candidato e do PMDB de defender candidatura própria.